Campeonato Distrital de Estrada

ACV renova títulos individuais e coletivos

É – tem sido – a prova rainha das competições distritais. A organização do CD de Estrada tem sido disputada, nos últimos anos, por muitos clubes do distrito… 

Normalmente disputada logo no início da época, Vermoil  já foi palco da mesma. Porém, este ano, ninguém a queria. A Direção da ADAL, contudo, insistiu e chamou a si a organização da mesma. Com o apoio da Câmara Municipal de Pombal  e com a sua localização sugerida por nós, o Parque Industrial Manuel da Mota foi a arena recetora dos gladiadores nesta época covidesconfinante.

O Atlético Clube de Vermoil partia para esta competição, naturalmente, com as espetativas altas e o dever de renovar e afinar os seus pergaminhos: feito com brilho!

Vimos renovados todos os títulos da época anterior: coletivos M/F e individuais (Bruno Gaspar M35 e Deonilde Costa F45) em veteranos, que venceram a prova. A estes juntam-se o Aquilino Ferreira em M60 e os ‘vices’ Elsa Soares F40, Pedro Ferreira M45 e Alfredo Santos M65. Ao pódio subiu, ainda, a Emanuela Simões (3ª F45).

Para memória futura aqui ficam as classificações finais nestes rigorosos 10 km.

Se  para  alguns dos bravos guerreiros do ACV se tratou de um prolongado regresso (o que se saúda!) para outros foi o colmatar de uma luta persistente nestes tempos difíceis; remar contra a maré; insistir, insistir… Primeira palavra para a FPA e ADAL em querer manter vivas as competições e, claro, para os atletas que serviram de cobaias para estes testes de resiliência.

Entre eles destacamos os ‘nossos’ super campeões pós-covid: DEONILDE COSTA, AQUILINO FERREIRA e BRUNO GASPAR! Eles foram campeões distritais de Pista (5 e 10km), de Rampa e de Estrada! Pelo meio, o Bruno e o Aquilino ainda venceram no Trail….!

Parabéns, Campeões!

Trail Pombal Sicó

Bruno vence em casa

Prova esquisita, não pela natureza, beleza e dureza, mas pelo facto de ter que ser disputada “em duas mãos”: primeiro houve que fazer o reconhecimento ao percurso, em contarrelógio e, depois, dia e hora marcada – todos juntos – e … lá foram eles serra acima.

Acima e a baixo, correndo, andando e gemendo. 24 kms de pura adrenalina só amenizada pelo ar (cada vez menos) puro da Serra da Sicó.

O Bruno Gaspar, até parecia que era o seu terreno favorito, levou a melhor sobre toda a concorrência e foi o primeiro a chegar ao Estádio Municipal de Pomba, em um pouquinho menos de 2 horas (foi o único abaixo desse tempo).

Treze minutos depois, e após um engano/erro que lhe custou a segunda posição destacada da geral, chegaria o Pedro Ferreira, ainda a tempo de vencer no seu escalão – M45.

A terceira vitória do dia estava destinada ao Aquilino Ferreira que, em M60, chamou a si o troféu. Um pouco menos das duas horas e meia.

Boa organização da CMP em prol da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Pombal. 

Resultados completos.

Campeonato Distrital de Rampa

Uma mão-cheia de campeões

O tradicional Grande Prémio da Barreira foi, este ano, escolhido pela ADAL para levar a efeito o Distrital de Rampa. 14 duros quilómetros era o que estava destinado aos valorosos monstros do alcatrão.

Com partidas de minuto a minuto e de quatro a quatro lá começaram eles e elas a ‘aquecer’ ladeira acima. Foram quase sessenta!

Bruno Gaspar (na Barreira só ganha ele…) gastou pouco mais de 51 minutos para ‘descarregar’ todo o seu desagrado por se ter enganado (ou falhado a organização), quando a escassos metros da meta volante e quando seguia isolado, “ninguém” o ter visto a errar o percurso. Que raio de idéia de fazerem uma meta volante em prova contrarelógio!!!

Vitória na prova e título distrital em M35 para o Bruno, o mesmo para a Deonilde Costa, em F45, Elsa Soares em F40 e Aquilino Ferreira em M60. Ao pódio subiu, ainda, o Alfredo Santos: 2º em M65.

Por equipas o ACV foi terceiro, quer na prova quer no Distrital.

Resultados completos do CD Rampa 2021.

Campeonato Distrital de Pista de 5 e 10000m

...Os vencedores do costume

Estádio Municipal de Pombal – Campeonato Distrital de 5000m (Feminino) e 10000m (Masculino).

Vencedores? Os do costume! Veterania é connosco…

Bruno Gaspar nos homens e Deonilde Costa nas mulheres chamaram a si os troféus (medalhas) mais valiosos.

Surpresas, ou talvez não, foram as prestações do Licínio Carreira (2º M45) e Pedro Ferreira (3º M45). Quem se manifestou em muito boa forma foi o Miguel Gonçalves (2º M40) e Recorde Pessoal.

De onde não choveu nenhuma surpresa foi dos lados do Aquilino Ferreira: mais uma para a coleção, em M60!

Participou ainda o José Santos que, apesar da sua excelente prestação, foi o único a não ser medalhado. Escalão lixado, Zé!